Trabalhadores de obra de estádio da Copa do Mundo de 2014 recebem noções sobre prevenção de acidentes de trabalho

Diversos juízes do Trabalho da 5ª Região (Bahia) estiveram com trabalhadores do Canteiro de Obras Fonte Nova em Salvador, que será uma dos estádios brasileiros a receber os jogos da Copa do Mundo de 2014.

A iniciativa faz parte do programa Trabalho, Justiça e Cidadania (TJC), iniciativa da Anamatra que na Bahia é executada pela Amatra 5 e parceiros.  Este foi o terceiro encontro dos magistrados com os trabalhadores do Fonte Nova.

A ação temática do TJC na prevenção de acidentes faz parte do Programa Trabalho Seguro, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que na 5ª Região conta com a parceria do Tribunal Regional do Trabalho e da Amatra 5 (BA). “O encontro levou noções sobre prevenção de acidentes e responsabilidade civil. Vi olhares atentos e um silêncio reverencial. Todos visivelmente ávidos por saberes tão importantes”, relata juíza Rosemeire Fernandes, integrante da Comissão Nacional do TJC. O evento também contou com a participação dos juízes Gilmar Carneiro e Soraya Gesteira, coordenadora do TJC na Amatra 5, e do procurador do Trabalho Luiz Antônio  Barboza.

Em sua intervenção, o juiz Gilmar Carneiro abordou a importância da utilização do EPI – Equipamento de Proteção Individual. “A palavra de ordem é prevenção. O  EPI  foi  feito para proteger o trabalhador.  A não utilização pode ser considerado descumprimento de uma ordem, além de trazer consequências irreversíveis”, ressaltou. Já o procurador Luiz Barbosa falou sobre a responsabilidade de ordem civil do empregador e do empregado.   Ele lembrou a importância da proteção coletiva para o trabalho seguro. “Além da utilização de EPI, que é feita individualmente, é preciso estar atento para bandejas secundárias, instalação de cabos guias e guarda-corpo, pois na construção civil, uma ação individual  poderá trazer graves  consequências para a segurança de outros trabalhadores”, disse.

A aplicação do TJC no Arena Fonte NOva prevê outros encontros com mini- palestras e vídeos. A culminância do programa será realizada no dia 13 de julho, em Ato Público pelo Trabalho Seguro na Construção Civil e terá a presença do presidente do TST, ministro João Oreste Dalazen. O próximo encontro na Arena Fonte Nova será no dia 14 de junho e tratará  sobre a dependência química e os seus efeitos no ambiente de trabalho.

Fonte: http://www.anamatra.org.br