Publicado em: 5 de setembro de 2016

Sesi lança vídeos sobre segurança na indústria frigorífica

Sesi lança vídeos sobre segurança na indústria frigorífica
A segunda edição da série possui 50 vídeos para o setor frigorífico e outros 50 para setor o de mineração (foto: Reprodução)

O Sesi (Serviço Social da Indústria) lançou a segunda edição da série “100% Seguro”. São 100 vídeos educativos com instruções para melhorar a qualidade de vida do trabalhador das indústrias frigoríficas e de mineração. A coletânea traz orientações de especialistas para incentivar as ações de SST (Saúde e Segurança no Trabalho) dentro das empresas e mostra a importância de estimular o trabalhador a adotar atitudes seguras e, assim, promover um ambiente de trabalho mais saudável.

A primeira edição da série, produzida em 2013 (assista no Youtube), teve como foco a indústria da construção e registrou mais de 185 mil visualizações na rede social de vídeos. A segunda edição, lançada nesta terça-feira (30), possui 50 vídeos para o setor frigorífico e outros 50 para setor o de mineração. Os vídeos serão disponibilizados em kits educativos e gratuitos para as indústrias dos dois segmentos. Os departamentos regionais do Sesi também poderão ofertar cursos com certificados de participação para os interessados.

Linguagem
Os vídeos mostram a importância de seguir os procedimentos de segurança, ser proativo, sugerir melhorias, esclarecer dúvidas e o que fazer quando encontrar problemas. Para facilitar a compreensão das pessoas, a série tem linguagem de fácil entendimento e oferece opções de libras e áudio descrição para capacitar igualmente todos os trabalhadores. Os vídeos têm duração média de 6 minutos e legendas em espanhol e inglês.

A especialista em desenvolvimento industrial do Sesi Giselle Coelho explica que faz parte da missão da entidade fornecer o necessário para promover a qualidade de vida e a saúde dos trabalhadores da indústria. Segundo ela, os vídeos têm a função de contribuir com os treinamentos obrigatórios de segurança nas empresas. “Levar aos trabalhadores esse conhecimento é de fundamental importância para termos um ambiente de trabalho ainda mais seguro”, afirma.

Para aumentar a produtividade, as empresas devem fornecer ambientes de trabalho seguros e saudáveis, além de fornecer ao trabalhador condições adequadas para realizar as tarefas. Por isso, a coletânea tem o papel de levar o acesso a informações de SST para os trabalhadores, gestores, entidades e sindicatos da área; investir na segurança e excelência dos processos; disseminar ações de SST na indústria; e diminuir o número de acidentes e doenças de trabalho.

Para a produção da coletânea, o SESI contou com a parceria de indústrias dos setores frigoríficos e de mineração, além da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal), a ABIEC (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne) e o Ibram (Instituto Brasileiro de Mineração).

Ações
Em pesquisa feita pelo SESI, 76,4% dos gestores de empresas acreditam que a importância dada para a saúde e segurança no trabalho, pela indústria brasileira, vai aumentar ainda mais nos próximos cinco anos. A alta importância do tema está relacionada com a preocupação com o bem-estar do trabalhador, à maior conscientização das empresas e à prevenção de acidentes de trabalho.

O aumento da produtividade também é uma das consequências do investimento em saúde e segurança no trabalho na indústria, de acordo com 43,6% das empresas. Isso porque quanto menos acidentes, menos os trabalhadores faltam por motivos médicos. Além disso, um bom ambiente de trabalho também afeta na motivação dos profissionais.

O Sesi oferece diversos serviços em SST como cursos, diagnósticos, exames, programas legais e consultorias, para ajudar as indústrias a promoverem um ambiente de trabalho seguro. Esses produtos ajudam as empresas a agirem preventivamente em assuntos relacionados à segurança e saúde do trabalho e, por isso, se tornarem mais competitivas.

Fonte: http://revistacipa.com.br

Notícias Relacionadas