Mais segurança no trabalho rural com boas práticas ensinadas pelo Senar Goiás

De um calce fácil e confortável, a roça fica mais bonita e atrativa.
De um calce fácil e confortável, a roça fica mais bonita e atrativa.

Noventa e oito por cento dos acidentes de trabalho no campo podem ser evitados. Apesar disso, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT) a agropecuária está entre as atividades profissionais que registram maior número de acidentes e, até mesmo, mortes. Isso porque produtores e trabalhadores rurais muitas vezes desconhecem as normas de segurança e práticas simples que ajudam a evitar imprevistos.

Geovane Lima trabalha há muitos anos na aplicação de defensivos agrícolas em fazendas, na região de Acreúna, Sul de Goiás, mas revela que só agora sabe como executar corretamente o serviço sem correr riscos ou causar acidentes. E ele aprendeu sem precisar sair de casa, no curso sobre Gestão de Segurança, Saúde e Meio Ambiente de Trabalho Rural, oferecido gratuitamente no portal de educação a distância do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás).

“Aprendi muita coisa que eu não sabia. Antes eu fazia o procedimento de preparo de modo errado, às vezes colocava dosagens mais altas do que é recomendado, porque não tinha ideia de como isso prejudica a saúde, o campo, tudo. Agora também conheço a importância dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). E, como o curso é a distância, ficou mais fácil seguir. Muitas vezes a gente está fazendo um serviço em uma fazenda, sem poder ir à cidade para assistir uma aula presencial, e sendo pela internet fica mais prático”.

Fonte: http://noticias.r7.com