Publicado em: 2 de agosto de 2016

Fórum Social Mundial terá temática sobre nanotecnologia

forum_social_agosto_20160801083603Desde 2005 ocorrem discussões sobre nanotecnologia no Fórum Social Mundial e este ano, pelo terceira vez consecutiva, a temática nanotecnologia e suas implicações à saúde dos trabalhadores terá a participação via internet, de pessoas interessadas no tema, de outras cidades.

O evento global ocorre de 9 a 14 de agosto, em Montreal, Canadá. Mesas redondas sobre nanotecnologia, coordenadas pela Renanosoma, rede que vem participando das atividades da Fundacentro sobre o tema desde 2007, estão marcadas para acontecer nos dias 10 e 11 reunindo especialistas de diversas partes do mundo. Várias instituições estão participando/colaborando para a realização destes eventos. São elas: Renanosoma, Fundacentro, Dieese, IIEP e Fiocruz/RJ.

No dia 10, das 14h30min às 17h (horário de São Paulo) será realizada uma mesa redonda, cujo tema será “Ciência da Produção x Ciência dos Impactos e Engajamento Público”. Este assunto é mais abrangente, mas também de impacto significativo nas questões relacionadas à saúde dos trabalhadores. Nesta atividade haverá a contribuição da Renanosoma/Brasil, Institute for Agriculture and Trade Policy/USA; Universidade de Valencia/Espanh, International Center for Technology Assessment/USA, Dieese, Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e IIEP/Brasil.

No dia 11, das 10h às 12h30 (horário de São Paulo) o tema será “Nanotecnologia, Saúde e Segurança do Trabalhador”. Para esta mesa estão previstas participações de diversos pesquisadores da Fundacentro, de vários Estados onde há unidades descentralizadas da entidade, que participarão como conferencistas e debatedores. A mesa será organizada e coordenada por Arline Arcuri.

Aos interessados em participar dos debates sobre Nanotecnologia nos dias 10 e 11, as atividades serão realizadas no auditório da Escola Dieese Ciências do Trabalho (rua Aurora 957, próximo ao metrô República, São Paulo-SP).

Os debates poderão ser acompanhados também pela internet, no site da Renanosoma e ainda enviar perguntas para o e-mail marpaulo@uol.com.br.

Fonte: Fundacentro