Publicado em: 1 de fevereiro de 2022

CONFIANÇA DA PEQUENA INDÚSTRIA VOLTA A CRESCER, MAS DO COMÉRCIO E SERVIÇOS SEGUE EM QUEDA

Confiança da pequena Indústria volta a crescer, mas do comércio e serviços segue em queda26JANEIRO

A confiança das micro e pequenas empresas da Indústria apresentou um incremento de 8,5 pontos, passando de 95,5 pontos para 104 pontos. De acordo a Sondagem das Micro e Pequenas Empresas, realizada mensalmente pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), a melhoria da Indústria fez com que o Índice de Confiança de Micro e Pequenas Empresas (IC-MPE) apresentasse uma ligeira variação positiva de 0,3 ponto e compensasse a queda registrada em outros setores.

Em dezembro de 2021, após ter apresentado uma queda em novembro, o IC-MPE – que mede a confiança dos donos de pequenos negócios do Comércio, Serviços e Indústria – passou de 93,8 para 94,1 pontos.

Setores

Dos três setores analisados, o Índice de Confiança da Indústria atingiu o maior valor desde julho do ano passado (106,7 pontos). A melhoria da confiança nas MPE da indústria pode ser atribuída à melhora da situação atual e das perspectivas para os próximos meses.

O Índice de Confiança das micro e pequenas empresas do Comércio (MPE-Comércio), em dezembro, caiu de 87,3 pontos para 84 pontos. A cautela dos consumidores e sua preferência por maiores gastos em serviços tem afetado bastante a demanda do comércio. Além disso, fatores como inflação, política monetária mais restritiva e endividamento das famílias contribuem para esse resultado.

A confiança das micro e pequenas empresas de Serviços (MPE-Serviços) recuou 1,1 ponto, caindo de 95,9 pontos para 94,8 pontos. O pessimismo do setor com relação aos próximos meses foi influenciado tanto pela tendência dos negócios nos próximos seis meses, quanto pela demanda prevista para os próximos três.

Crédito da imagem: Divulgação

Fonte: Sebrae