Publicado em: 20 de fevereiro de 2015

Cinco dicas de segurança para trabalhadores da construção civil

Cinco dicas de segurança para trabalhadores da construção civilO último Anuário Estatístico da Previdência Social, divulgado em 2013, apontou que 717,9 mil pessoas sofreram acidentes de trabalho, o que representou um aumento de 0,5% em relação ao ano anterior. A falta de consciência dos perigos que envolvem a atividade, especialmente na construção civil, é o principal motivo para esses tristes acontecimentos, que na maioria das vezes deixa o empregado sem condições de voltar a trabalhar ou até mesmo levando o trabalhador a óbito. Em virtude disso, os órgãos de proteção ao trabalhador estão investindo em campanhas para alertar tanto as empresas que contratam o serviço quanto os funcionários. Se você trabalha nesse ramo, confira algumas formas de reduzir os riscos de sofrer acidentes durante uma obra:

Transporte de peças grandes

Ao transportar peças de grande comprimento é fundamental reparar se a extremidade livre pode machucar algum colega. Manter certa distância e não ter pressa também são atitudes que ajudam a evitar esse tipo de acidente.

Atenção redobrada

Como um canteiro de obras está em constante transformação, é imprescindível olhar atentamente por onde anda, especialmente próximo a buracos e valas.

Manter distância de cargas em elevação

Um dos acidentes mais comuns na construção civil ocorre quando uma carga cai em cima do trabalhador. Para evitar isso, os funcionários não devem ficar embaixo de pontes por onde são transportados objetos pesados.

Utilizar os EPI’s

Os EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual), como luvas de borracha, capacetes, óculos e fone, são extremamente importantes para quem trabalha com obras, pois evitam uma série de acidentes e ainda defendem o trabalhador de possíveis problemas – por exemplo, a surdez em decorrência do alto barulho das máquinas.

Cuidados especiais com a betoneira

Em virtude de ser um equipamento específico que exige atenção, a betoneira deve ser utilizada apenas por quem tem preparo. Além disso, os operadores precisam, entre outros cuidados, não utilizar a máquina se estiverem cansados, realizar as operações apenas em ambientes planos, não mover a betoneira quando ela estiver ligada, tampouco colocar o braço dentro dela. Procedimentos específicos também devem ser adotados no uso e na implantação de equipamentos pesados que também são comuns em canteiros de obras, como o elevador cremalheira.

Fonte: http://www.jornalcorreiodacidade.com.br