Publicado em: 3 de junho de 2014

CIESP Sorocaba promove palestra sobre Medicina e Segurança do Trabalho

CIESP Sorocaba promove palestra sobre Medicina e Segurança do Trabalho O Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), Regional Sorocaba, por meio do seu Departamento de Segurança e Medicina do Trabalho, realizou no dia 23 de maio a palestra “Comportamento Seguro”. O evento, que faz parte das comemorações do Dia da Indústria (25 de maio), reuniu profissionais da área de segurança do trabalho e da área administrativa, com o objetivo de abordar questões relacionadas à segurança, com base no comportamento dos trabalhadores no dia a dia profissional.

Segundo o palestrante e coordenador do Departamento de Segurança e Medicina do Trabalho do CIESP Sorocaba, José Ricardo Tóffoli, é necessário avaliar o comportamento do trabalhador durante atividades que necessitam atenção e segurança, para que não haja acidente de trabalho. “Mesmo com todo o aparato de segurança, há muitos acidentes nas indústrias”, afirma.

De acordo com dados do INSS, no ano de 2013 houve no Brasil 711.164 mil acidentes de trabalho, sendo 14 a cada 15 minutos de uma jornada diária. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 70% dos acidentes de trabalho são causados pelo estresse. “O nervosismo causa a falta de atenção, isso faz com que os profissionais corram mais riscos de se envolverem em acidentes de trabalho”, explica Tóffoli.

Segundo dados do Instituto de Ensino e cultura, em pesquisa para o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo (SintraconSP), acidentes de trabalho por falta de atenção representam 73,39%, seguido de falta do uso do equipamento (7,49%), falta de proteção (7,22%) e descuido dos Gestores de Obras (2,41%).

Conforme José Ricardo Tóffoli, a falha humana é responsável pela maioria dos acidentes dentro de empresas e indústrias. “Falta de atenção, falta de concentração e foco são as principais características das chamadas falhas humanas”, afirma.

Para evitar acidentes causados por falta de atenção, Tóffoli ressalta que é preciso implantar processos, como aplicação de normas de segurança, orientações na integração dos colaboradores, fornecimento de equipamentos de segurança, postos de trabalho mais seguros e treinamentos adequados.

Para o psicólogo e profissional da área de segurança e medicina do trabalho da empresa Difran, Wilson Alves da Silva, é de suma importância manter os colaboradores informados para que eles tenham mais atenção nas atividades do dia a dia, mas também é preciso haver fiscalização e acompanhamento dos gestores da empresa.

De acordo com o 1º Vice-diretor do CIESP Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, informação para os trabalhadores é a forma mais ágil de manter o ambiente de trabalho saudável. “O CIESP Sorocaba procura trazer palestras dinâmicas, a fim de evitar acidentes de trabalho, para as indústrias continuarem progredindo e gerando economia para a região de Sorocaba”, completa.

Fonte: http://www.segs.com.br